Projeto da obra de duplicação da avenida Pedro I é apresentado à comunidade

Ação Política — 15 de março de 2011 11:40
 

Prefeitura de Belo Horizonte realizou na última semana a primeira reunião geral com a comunidade para tratar do início das obras de duplicação da avenida Pedro I. Mais de 300 moradores da região compareceram. A reunião foi coordenada pelo secretário municipal de Obras e Infraestrutura, Murilo Valadares, e contou com as presenças do secretário regional Norte, Harley Carvalho, do secretário regional adjunto Pampulha, Luiz Arnaldo Junqueira Prata, do presidente da BHTrans, Ramon Victor César, e dos diretores Operacional e Jurídico da Sudecap, Roger Gama Veloso e Sebastião do Espírito Santo, respectivamente.

A deputada estadual Luzia Ferreira sempre apoiou as ações de melhorias urbanas na região Norte de Belo Horizonte. Ela este presente na assinatura de contrato para financiamento e viabilização das obras. Saiba mais.

PBH assina financiamento de obras com Caixa Econômica

No encontro foi apresentado o projeto da obra que começa neste mês e tem prazo para ser concluída no primeiro semestre de 2013. Posteriormente, foram dadas explicações sobre o processo de desapropriação. O empreendimento começa na trincheira da avenida Santa Rosa, ainda na avenida Antônio Carlos.

O principal ponto de inquietação dos moradores foi a desapropriação. A população, após receber as informações básicas, foi orientada a aguardar o agendamento das equipes de negociação para tratar de sua demanda específica. A expectativa é que até o final do primeiro trimestre de 2012, todas as negociações já estejam concluídas.

Ao final da reunião foi criado um grupo de referência, formado por 16 moradores, que acompanhará todo o andamento do empreendimento. A obra conta com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do Governo Federal e é parte da implantação do Corredor de Transporte Rápido por Ônibus, além da Estação BHBUS Pampulha. O investimento previsto é de R$ 173 milhões em obras.

Para esclarecimento de dúvidas sobre a obra, os moradores podem entrar em contato pelo telefone 3443-6000. Uma equipe de comunicação e mobilização social foi disponibilizada para atender a comunidade.

Crédito de foto: Alexandre Guzanshe/EM/AD Press

 
Tags: , ,

0 Comentários

Seja o primeiro a comentar esta matéria.

Comente essa matéria