O cachorro na história

05:58 0 Comments

Vamos falar hoje sobre a origem do cachorro, como foi seu desenvolvimento pela história e sua domesticação. Prontos?
O cachorro que nós conhecemos hoje, aquele que criamos em casa, tem a classificação de Canis lupus familiaris, é um mamífero considerado canídeo, uma subespécie do lobo, como se tivesse se desenvolvido. É o animal mais antigo a ser domesticado pelos homens e pela sociedade.

Alguns estudos e teorias apontam de que o cachorro se desenvolveu primeiramente do lobo cinzento asiático, que ao começar a ser domesticado pelos homens, foi passando por uma seleção artificial do que melhor se adapta a determinadas sociedades e grupos, o que resultou em uma grande quantidade de raças e tipos de cães adaptáveis para cada tipo de região, clima e até mesmo serventia.
Quando os cachorros não tem raça definida ou são uma mistura entre uma e outra, são reconhecidos como vira lata, ou mestiços.
Sua expectativa de vida varia de acordo com a raça, mas fica em média entre 10 até 20 anos de idade, sendo um animal sociável e muitas vezes considerado da família por algumas pessoas. Ao ir para a casa de um novo dono, ele escolhe uma pessoa da família para ser seu guia, ou como podemos chamar, o chefe da matilha, a quem ele obedecerá sem pensar duas vezes.

Os cães são conhecidos pelo seu olfato e audição aguçados, algumas raças são especialistas em caça, outros em pastoreio e outros para cão de guarda. O cachorro enfrenta alguns problemas que também são comuns em humanos como a depressão, gravidez psicológica, câncer, resfriado e quando vai ficando com uma certa idade, começa a ter problemas de visão e de audição também.

Por isso, é preciso sempre cuidar do seu melhor amigo, não importa a idade em que ele tenha, pois durante muito tempo ele te amou e sempre te amará.

Some say he’s half man half fish, others say he’s more of a seventy/thirty split. Either way he’s a fishy bastard.

0 comentários: